Conecte-se conosco

Celebridades

Gretchen chama jornalista da ‘Veja Rio’ de “Judas” e “machista” após ler reportagem

Publicado

em

Divulgação

“O bumbum caiu, mas o cachê subiu” foi a manchete de uma reportagem da revista Veja Rio focada em Gretchen, cuja carreira ganhou fôlego novamente após a explosão de gifs e memes da Rainha do Bumbum. A cantora, entretanto, não gostou na frase e publicou um longo texto em suas redes sociais.

No ‘textão’, Gretchen chama a jornalista Daniela Pessoa, que assinou a reportagem, de Judas e machista. “Que desprezível em pleno 2018, num momento de empoderamento feminino, uma mulher fazer isso com a outra em troca de dinheiro ou meros cinco minutos de fama”, escreveu a cantora.

Segundo escreveu Gretchen, a repórter viajou até Mônaco, onde vive a Rainha dos Memes, a convite do Multishow. A entrevista faria parte da divulgação do reality show do canal por assinatura, que acompanhou a rotina da cantora e sua família. O programa tem estreia prevista para 23 de abril. “[Você] entrou na minha casa, conviveu no seio da minha família”, escreveu.

“Nenhum artista de respeito vai querer dar entrevista para você”, continua o desabafo da cantora. “Lamento muito, Revista Veja, pois a credibilidade de vocês hoje é nenhuma. Vocês mentiram inclusive sobre os valores dos custos do programa [o reality show]”, lê-se.

“Lamentamos as interpretações”

Pouco depois do longo desabafo da Rainha dos Memes em suas redes sociais, a Veja Rio publicou uma carta do editor em seu perfil oficial. “Lamentamos as interpretações dadas à reportagem com Gretchen. O texto mostra claramente que a cantora conseguiu se reinventar e mostra uma série de iniciativas que comprovam isso”, lê-se.

O texto da revista explica ainda que os repórteres não escolhem as chamadas de capa. “O título foi apenas uma forma bem-humorada de dizer que ela superou a fase em que se valia da exposição do seu corpo para se tornar uma artista mais completa. Pedimos sinceras desculpas aos que interpretaram essas palavras como machismo”, finaliza.

Mais um

Na última semana, outro texto da Veja Rio assinado por Daniela Pessoa ganhou repercussão negativa na internet. A jornalista entrevistou Antonia Pellegrino sobre a série O Mecanismo.

Nas redes sociais, a roteirista foi chamada de “namorada de Freixo” e rebateu o vocativo: “Sou roteirista há 14 anos, escrevi 3 filmes que somam +5 milhões de espectadores, colaborei em 5 novelas, 7 seriados, livro publicado, fiz documentário e a Veja me resume à namorada de Freixo”.

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas