Conecte-se conosco

Celebridades

Anitta terá de pagar R$ 3 milhões a ex-empresária Kamilla Fialho

Publicado

em

Divulgação

A Justiça do Rio de Janeiro determinou que a cantora Anitta deverá pagar R$ 3 milhões à sua ex-empresária, Kamilla Fialho, sob pena de bloqueio de bens. Segundo informações do jornal O Globo, a decisão foi tomara por três desembargadores da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do RJ.

Fialho acusa Anitta de não pagar a multa estipulada por quebra de contrato, quando a cantora rompeu com a produtora K2L em 2014. O valor da indenização seria de R$ 14 milhões, mas Kamilla acrescentou o que teria deixado de ganhar sem a popstar carioca em seu casting, fazendo a soma ultrapassar R$ 30 milhões.

Neste toma lá da cá, Anitta também acusou a ex-empresária de ter desviado dinheiro. A informação não foi comprovada. Vale relembrar ainda que em junho de 2017 a Justiça determinou a a cantora depositasse mais de R$ 1 milhão em conta judicial como garantia da ação de cobrança movida por Fialho. A popstar entrou com um recurso judicial, mas foi negado.

À Folha de São Paulo, a assessoria de imprensa da cantora carioca acusou a juíza de parcialidade. “O agravo foi julgado antes de sua defesa entrar com duas suspeições e uma representação no Conselho Nacional de Justiça diante da suspeita de parcialidade da juiza responsável por este processo. Com tais fatos novos, o processo e, por sua vez qualquer decisão dele, encontra-se suspenso até o julgamento destas suspeições”, disse a equipe da popstar.

Rédeas da carreira

À época, Anitta rompeu o contrato com a K2L produções para que ela mesma assumisse o controle de suas decisões artísticas. A popstar disse ter adquirido conhecimento necessário para gerenciar sua carreira e não ter encontrado ninguém em quem pudesse confiar.

Continue Reading
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas